Blog Cupola

OLX adquire empresa de CRM imobiliário

Por , em

A OLX, gigante de classificados, adquiriu a Anapro, empresa de CRM e gestão de vendas focada em incorporadoras. Com o movimento, a OLX aprofunda sua atuação no setor imobiliário. “Temos uma área de investimentos e aquisições analisando ativamente diversas oportunidades de mercado com o objetivo de consolidar cada vez mais nossa posição de liderança no Brasil. A receita da OLX mais do que triplicou nos últimos três anos e esse crescimento, somado ao enorme apoio de nossos investidores, permite que tenhamos muito apetite para novas aquisições estratégicas como essa”, afirma o CFO da OLX, Joel Rennó Jr. (Baguete).

Segundo uma pesquisa da Nielsen, dos 48 milhões de lares brasileiros, 46% têm um cachorro e 18% têm um gato. Destas, 70% são famílias sem filhos. Muitos dos pets têm influência direta nas tomadas de decisões dos donos. Uma pesquisa do Viva Real no Rio de Janeiro apontou que 45% dos cariocas buscam imóveis que aceitam pets.

Sabe aqueles galpões meio assustadores de filme americano? A startup Goodstorage traz uma versão mais colorida e amigável deles. Paulistana, aluga minigalpões tanto para pessoas físicas desacomularem itens de seus novos pequenos imóveis, quanto para e-commerces que precisam de armazenamento para seus estoques. Em São Paulo, já são 13 unidades em funcionamento.

Uma reportagem da Quartz conta a experiência pessoal de um jornalista em uma casa inteligente e automatizada, que não é das melhores. Instalar um sistema de iluminação conectado ao seu celular, segundo ele, foi frustrante e foi mais fácil se contentar com uma lâmpada que se recusa a ligar pelo celular. A matéria também traz um vídeo tragicômico com as recomendações da empresa GE para resetar sua lâmpada “inteligente”. É quase um código morse.

PESSOAS

Um coworking destinado para os seniores já existe em cinco estados americanos. O Senior Planet Exploration Center oferece espaço para os empreendedores prateados, além de aulas e workshops. Dedicado para pessoas maiores de 60 anos, o coworking não se preocupa com mesa de ping pong ou ambiente descolado, mas sim em tratar os idosos com apoio, respeito e acessibilidade.

Com a estimativa de vida aumentando, as pessoas continuam produtivas por mais tempo. Pensando nisso, a MRV lançou o Programa Experientes, com o objetivo de contratar profissionais que queiram voltar a trabalhar depois da aposentadoria.

Um aplicativo de coliving espanhol se surpreendeu com a aderência de idosos. O Badi, que conecta pessoas dispostas a dividir um imóvel, começou a atuar no mercado focando em millennials. Agora, 7,5% dos usuários têm entre 51 e 65 anos.

A habitação senior com estrutura para cuidados de saúde movimenta cerca de 300 bilhões de dólares nos Estados Unidos. São moradias que estão entre apartamentos e hotéis, uma vez que há especificações e cuidadores para o público mais velho.

CONSTRUÇÃO CIVIL

Mais uma vez o governo atrasou o pagamento para as obras do MCMV. A dívida chega a R$ 500 milhões e atinge, segundo a Cbic, 900 empreendimentos e 512 empresas. Além disso, cerca de 200 mil trabalhadores correm o risco de não receber o salário. 

É o segundo mês que o pagamento atrasa. José Carlos Martins, presidente da Cbic, afirma que as construtoras estão fazendo empréstimos para conseguir pagar fornecedores. O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) afirmou, em nota, que solicitou ao Ministério da Economia a ampliação dos recursos, mas “vem cumprindo rigorosamente a destinação de recursos à área de habitação popular (G1)”. 

Nós já comentamos em outra edição que a CAIXA pretende lançar um crédito imobiliário indexado ao IPCA. No entanto, para isso acontecer é preciso que o Banco Central autorize. De acordo com Pedro Guimarães, presidente da CAIXA, a mudança pode reduzir de 30% a 50% a prestação da casa própria.

Para o UOL, Guimarães afirmou que “o crédito imobiliário com IPCA será disruptivo, vai mudar o mercado. Estamos esperando a autorização do Banco Central, mas acredito que o BC deve dar aval para isso nos próximos meses”.

VENDAS

De janeiro a maio de 2019 o número de imóveis colocados no mercado pelas incorporadoras foi de 28.787, 5% a mais se comparado ao mesmo período de 2018. Dados da Abrainc também mostram que, nos últimos 12 meses, o crescimento foi de 15%.

O preço de imóveis novos e usados é quase o mesmo. Segundo a EXAME, desde 2014 o m² dos imóveis usados ficou mais caro, enquanto imóveis novos tiveram queda no preço. Dados do ZAP mostram que de 2014 a 2019, em São Paulo, o valor médio do m² de um imóvel usado aumentou 12,2%. Por outro lado, o preço dos imóveis novos caiu 20,2%. Leia a matéria completa aqui

O Índice FipeZap também mostra que, em julho, o preço dos imóveis residenciais à venda teve uma queda de 0,03% comparado a junho. Mas se analisar 2019, o crescimento foi de 0,26%. Rio de Janeiro é a cidade com o m² mais caro, chegando a R$ 9.398. 

Em Curitiba, a incorporadora AG7 entregou um empreendimento de altíssimo padrão. O ÍCARO é composto de 21 residências com jardins suspensos, que vão de 315m² a 840m² e custam a partir de R$ 5 milhões. O empreendimento, que recebeu investimento de R$ 100 milhões, já teve 70% das unidades vendidas e oferece aos moradores uma vista privilegiada para um bosque particular. O projeto foi assinado pelo arquiteto Arthur Casas, com paisagismo por Renata Tilli. 

INVESTIMENTOS

O crescimento da construção civil no país deve ser de 0,5% neste ano. Esta porcentagem baixa pode assustar investidores. Para o presidente do Secovi-SP, Basilio Jafet, “As empresas estão com certo receio de acelerar os lançamentos pois não sabem exatamente o que deve acontecer com a economia”. (DCI).

Mas a baixa da Selic significa juros menores, dando um sinal positivo para investimento. Para Paulo Cruz, CEO UP Real Estate: “o caminho dos juros baixos é sem volta. Equivalem a maiores investimentos, maior atividade econômica, aumento do PIB e renda. Neste cenário, a valorização dos imóveis será ainda maior e investir no setor é cada vez mais atrativo”. (R7).

As burocracias envolvendo FIIs podem assustar investidores. Em entrevista para o Infomoney, Fabio Carvalho, gestor de fundos imobiliários, trata das expectativas dos novos investidores brasileiros no mercado. Conta que, quando vão adquirir um imóvel pelo seu fundo, precisam de até 196 certidões diferentes.

AGENDA

Como contamos lá no início, o Imobi Report foi selecionado como uma das 8 startups imobiliárias paranaenses para participar da Feira de Imóveis do PR. Estaremos na ArenaTech Copel Telecom, entre os dias 14 e 18 de agosto, no Campus da Indústria do Sistema Fiep. 

Entre os dias 6 e 9 de dezembro o Grupo ZAP promove o Conecta Imobi Cruzeiro: um evento em alto mar sobre o mercado imobiliário, que reunirá mais de 300 profissionais do segmento. As inscrições ainda estão abertas

Falando no Conecta Imobi, os ingressos para a edição deste ano, em São Paulo, estão quase esgotados. O Conecta será nos dias 24 e 25 de setembro. 

Quais os impactos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no mercado imobiliário? No dia 16 de agosto, às 10h, o CEO da CUPOLA, Rodrigo Werneck, e o sócio da Guardians Consulting, Allan Fonseca, falarão sobre o assunto em um webinar. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.

MUNDO

Nos Estados Unidos, a preocupação com moradia acessível coincide com outro fato: é preciso construir mais casas e mais assertivas. Um estudo do Apartment List apontou que as necessidades entre regiões e linhas de metrôs não estão de acordo com as propriedades construídas. Faltam imóveis para famílias sem filhos e, principalmente, sobram imóveis de alto padrão. O estudo é complexo e pode ser acessado aqui.

Startups procuram soluções disruptivas para solucionar estes problemas. A PadSplit ajuda proprietários a subdividirem seus imóveis para acomodar mais quartos e poder, posteriormente, alugar parte deles. Já a Module oferece uma construção moderna e modulada, na qual o usuário pode comprar uma casa.

Esta última startup nos lembrou o projeto Elemental, do arquiteto Alejandro Aravena. Em 2016, procurando soluções mais baratas para famílias desabrigadas depois de um terremoto no Chile, Alejandro construiu “meias-casas”. Foram construídos imóveis pela metade, enquanto a outra foi apenas pré-construída (com telhado, fundações seguras, eletricidade e saneamento). A ideia era que, quando a família tivesse condições, desse sequência à construção. Deu ao arquiteto o reconhecimento Pritzker Prize 2016.

A Forbes fez uma lista com startups gringas que investem em inteligência artificial para o mercado imobiliário. Entre elas, destaque para a Nobbas, canadense, que oferece uma plataforma com uma interface parecida com o Tinder, na qual você pode deslizar para a esquerda os imóveis que você não gosta, e à direita os aprovados. Ainda conta com uma ferramenta que permite compartilhar suas escolhas com outras pessoas.

Já em Portugal, a Sherlock chega ao mercado também fazendo uso da inteligência artificial. Mas o principal diferencial desta startup é a proposta de uma taxa fixa de corretagem por venda. Segundo os fundadores, os corretores que usarem a plataforma podem economizar 12 mil euros por ano.

A guerra comercial com os Estados Unidos fez com que o crescimento da China caísse, no segundo semestre, a um ritmo mais lento desde 1990. Investidores e famílias, com medo de uma possível crise, passaram a investir dinheiro nos bancos mais estáveis do país, administrados pelo Banco Central. A maior parte dos empréstimos destes são para as estatais, diminuindo o dinheiro injetado no mercado imobiliário e no setor privado.

No fim de julho, o Partido Comunista anunciou que vai acelerar os esforços para sustentar a economia, mas não usará o mercado imobiliário para tal.

ENTRETENIMENTO

No dia 20 de agosto, os irmãos Jonathan e Drew Scott, do programa ‘Irmãos à Obra’, estarão no Brasil. Dez brasileiros poderão conhecer a dupla durante um evento em São Paulo. Mas selecionar esse pessoal não foi tão simples, já que a promoção feita pelo canal Discovery Home & Health recebeu 120 mil inscrições. Hoje, tirando os jogos de futebol, o programa é dos mais assistidos pelos brasileiros na TV paga. 

E já que estamos falando sobre o tema, preparamos para você uma lista de programas sobre corretores e o mercado imobiliário disponíveis na Netflix. 

Irmãos à Obra: sim, as primeiras duas temporadas do reality queridinho estão disponíveis na plataforma. Chega de Financiamento: da economia familiar a casas em barcos, o programa conta a história de famílias que não querem viver com financiamentos. Movimento Tiny Houses: dois especialistas em minicasas ajudam famílias americanas a construírem seus pequenos imóveis, com dicas de planejamento de móveis e arquitetura reduzida. Vale assistir para visualizar a tendência dos microimóveis.

As casas mais extraordinárias do mundo: casas grandes, arquitetura opulenta, localizadas em lugares inesperados. Traz imóveis do mercado de luxo e alto padrão ao redor do mundo. Incríveis por dentro: uma série de curiosidades, conta a história de proprietários que transformaram suas casas com decorações e temas excêntricos. De museu de efeitos especiais no porão, passando por uma casa de contêineres, contando também com uma montanha russa no quintal.

Grand Design: reality clássico de reforma de casas inglês, existe desde 1999. Cada episódio conta a história de um imóvel sendo construído, como casas sustentáveis ou a reforma de um castelo do Século XIX. Instant Hotel: reality show que mostra a competição entre famílias que colocam sua casa para alugar em plataformas como o Airbnb, para eleger qual é o melhor hotel instantâneo da Austrália.

Já assinou o Imobi Report? Inscreva-se no site imobireport.com.br e receba as edições primeiro. É grátis!

Também estamos nas redes sociais: acompanhe-nos no facebook, no instagram ou no linkedin.

Categorias

Imobi Report

Continue lendo

QuintoAndar entra no mercado de compra e venda de imóveis

O QuintoAndar entrou no mercado de compra e venda de imóveis residenciais. A operação piloto estreou…

Ver mais

Minha Casa Minha Vida só depois da Reforma da Previdência

Não há mais o que fazer a não ser esperar e torcer. A constatação vem de…

Ver mais