Blog Cupola

Inbound Marketing para o mercado imobiliário: entenda o seu público e o caminho até a compra

Por , em

Antes de começar uma estratégia de Inbound Marketing, é preciso ter em mente quem a empresa quer atingir, ou seja, qual é o seu cliente ideal. No Inbound Marketing chamamos esse perfil de persona.

A definição de personas permite que a empresa entenda não apenas se aquela pessoa tem interesse em comprar ou não, mas qual comportamento ela segue. A definição de persona é baseada em dados reais sobre comportamento e características dos seus clientes, assim como uma criação de suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações.

Não ficar na imaginação e ir para entrevistas investigativas com clientes e com os próprios Leads é uma ótima recomendação. E cuidado! Muitas pessoas confundem persona com público-alvo, mas eles não são sinônimos. Vamos a um exemplo prático:

EXEMPLO

Venda de apartamentos em condomínio médio padrão no bairro Água Verde, em Curitiba.

Público-alvo: Homens e mulheres, de 24 a 35 anos, casados, graduados em ensino superior, com renda média mensal de R$ 10.000. Pretendem adquirir seu primeiro apartamento.

Persona: Fábio, 30 anos, advogado, acaba de ser convocado em concurso público do Tribunal de Justiça do Paraná, em Curitiba. Está muito feliz com a renda que mudará o padrão da família composta por ele, sua esposa, Juliana, e seu filho de 3 anos, Ricardo. O novo emprego é o pontapé que faltava para a aquisição de um imóvel próprio.

Na hora de definir suas personas, lembre-se de mapear perguntas como:

  • Quem é o seu potencial cliente (características físicas e psicológicas)?
  • Que tipo de assunto interessaria para ele sobre o seu setor?
  • Quais são as atividades mais comuns que ele realiza (pessoalmente e profissionalmente)?
  • Qual seu nível de instrução? Quais seus desafios e obstáculos?
  • Que tipo de informações ele consome e em quais veículos?
  • Quem influencia suas decisões?

Com a persona em mente, traçar estratégias de Inbound Marketing é um trabalho mais assertivo, já que as ações poderão ser mais personalizadas e, consequentemente, mais relevantes, conduzindo o público de forma mais fácil e clara durante a jornada de compra.

Continue lendo

Quem tem medo de startups?

Jordan Peterson, doutor em psicologia e professor na Universidade de Toronto, separa as experiências humanas…

Ver mais

Minha Casa Minha Vida subsidiado exclusivamente pelo FGTS

CONSTRUTORAS A contenção de gastos do Governo Federal, que tem causado frequentes atrasos…

Ver mais