Bancos e construtoras respondem ao crédito imobiliário corrigido pela inflação - Agencia CUPOLA